Cia. Hering apresenta plano estratégico para o ano e mantém ritmo de crescimento do canal digital no 1T21

Primeiro trimestre de 2021 fundamenta o futuro da Cia na estratégia que combina gestão de marcas, expansão e integração de canais, e a modernização do supply chain

12 de maio de 2021 – A Cia. Hering, reporta seu resultado do 1T21 e reforça o foco em novas oportunidades de crescimento, baseadas no propósito, planejamento estratégico e arquitetura de marcas. No período, a empresa teve crescimento de 25,8% no EBTIDA em relação ao 1T20 e manteve o ritmo de aceleração dos canais digitais – com crescimento do ecommerce de 162,9%, o que representou 16,7% da venda no mercado interno. O modelo omni se fortaleceu ainda mais, com 100% da rede integrada às ferramentas de digitalização, e esta evolução foi fundamental para garantir a performance das unidades, já que no mês de março 72% das lojas ficaram fechadas. Atualmente, a Cia. Hering tem a ferramenta de Whatsapp Smart Sales disponível em mais de 570 lojas, facilitando a jornada de compra.

Em todos os canais de venda, a maior prioridade da Cia. Hering é o cliente. Neste 1T21, a empresa atingiu 10,4 milhões de clientes cadastrados (crescimento de 13% vs. ano anterior), com um melhor nível de satisfação evidenciado pelo aumento de 10 pontos no NPS em relação ao 1T20. O índice atingido no 1T21 foi de 85 pontos nas lojas físicas. Com amadurecimento de seu CRM, a Cia. Hering viu mais de 11% das vendas sendo geradas a partir desta plataforma. E, demonstrando ainda mais potencial para as modalidades omni, que representaram 28% das vendas, a Cia. Hering identificou que ao transitar pelos diferentes canais oferecidos, o público apresenta maior propensão para compra: a frequência e gasto médio do cliente multicanal foi 2,2 vezes e 2,3 vezes maior do que o do monocanal, respectivamente.

Combinando aumento da base de clientes e audiências, do mercado endereçável, além de mais conexão e conversão a Cia. Hering, através de suas marcas, fortaleceu a conexão com os clientes. Top of mind no mercado brasileiro, a marca Hering teve crescimento de 9,1% nas vendas em relação ao 1T20, e a Dzarm cresceu 10,8%, passando a representar 6,8% do faturamento da Cia. O grande destaque foi para Hering Intimates, que está sendo replanejada com calibragem de sortimento, sourcing e canais para melhorar a presença no mercado de roupas íntimas e pijamas, estimado em mais de R$25 bilhões. Este replanejamento já vem demonstrando resultados com crescimento de 54,3% nas vendas versus o mesmo trimestre do ano anterior.

Com a Hering já consolidada e amadurecimento das demais marcas, a Cia. passa a apostar também no desenvolvimento de novos negócios internamente. Em breve, a empresa irá apresentar lançamentos ao mercado. Marcas que já nascem com atributos de sustentabilidade, alinhadas com as necessidades do tempo atual e com a experiência phygital.

A Cia. Hering continua pautada pelo foco na gestão de indicadores ESG, aplicando o conceito como norteador das tomadas de decisão e das ações para ecoeficiência, fomento ao empreendedorismo, desenvolvimento de produtos e inclusão de diversos públicos. A atuação da empresa fica estruturada em cinco grandes frentes: Cadeia de Valor, Meio Ambiente, Diversidade, Marcas e Governança. No 1T21 a Cia. Hering finalizou seu Relatório de Sustentabilidade referente ao ano de 2020. O documento será disponibilizado ao mercado ainda este mês. Para buscar alternativas mais sustentáveis em seus processos, a Cia. começa a adotar a técnica de análise de ciclo de vida de produto e plano de lançamento de produtos com baixa pegada de carbono.

Consolidando os resultados, a Cia. Hering encerrou o primeiro trimestre de 2021 com 775 lojas, das quais 755 no Brasil e 20 no mercado internacional. A receita bruta do 1T21 foi de R$ 333,4 milhões, com crescimento de 3% diante do 1T20. A margem bruta foi de 38,6% neste período, com redução de 3,1% nas despesas operacionais versus o ano anterior. O EBITDA corrente foi de R$ 14,3 milhões, margem de 5% e crescimento de 25,8% versus o 1T20. Posição total de caixa de R$ 366,2 milhões, com caixa líquido de R$ 283,1 milhões.

A performance indica o início da execução de uma estratégia que combina gestão de marcas, expansão e integração de canais, e a modernização do supply chain. Esta estratégia foi construída com base nos habilitadores de sustentabilidade, cultura e transformação digital. E tem como principais frentes o crescimento da empresa, a excelência operacional e a inovação.

O resultado completo do desempenho da Cia. no 1T21 pode ser visto no site ri.ciahering.com.br.


Cia. Hering lança seu programa de trainee 2021

Totalmente reformulado, o programa “Conexão trainee” visa o desenvolvimento de pessoas para carreiras no varejo de moda

18 de maio de 2021 – Para quem está em busca de novas oportunidades profissionais, a Cia. Hering acaba de comunicar o lançamento do Conexão Trainee. Neste ano, o programa reforça o foco no desenvolvimento de talentos para as carreiras no varejo de moda, preparando-os para assumir desafios estratégicos dentro da Cia. Além de fortalecer o propósito da empresa de impulsionar negócios e conectar marcas às pessoas. Serão 6 vagas para a unidade de São Paulo, divididas entre as áreas de Transformação Digital (contemplando estratégia, inovação e digitalização) e Produto (formando especialistas em Merchandising). As inscrições podem ser realizadas entre 17 de maio e 13 de junho pelo link https://traineeciahering.com.br e, com o apoio de um chatbot, não levam mais do que 5 minutos, em média.

Para participar, os interessados deverão ter graduação concluída de dezembro de 2017 a julho de 2021. Não há restrição de cursos nem exigência de experiências anteriores. “O programa de Trainee da Cia. Hering tem como objetivo trazer profissionais que possam alimentar o pipeline da empresa com seu potencial, e que buscam alavancar sua carreira, visando uma curva de desenvolvimento nas áreas estratégicas do nosso negócio”, conta Renata Del Bove, Diretora de Gente, Cultura e Sustentabilidade na Cia. Hering. Ainda segundo Renata, “a Cia. Hering busca uma variedade de perfis, sendo que cada um terá oportunidade para ser quem é, num ambiente diverso e inclusivo. Pessoas criativas e inovadoras, que gostam de atuar como donas do negócio e que são movidas por resultados, serão valorizadas”.

O Conexão Trainee foi desenvolvido em parceria com a consultoria Matchbox, que será responsável por conduzir a experiência do candidato, de acordo com o padrão já praticado pela Cia. Hering. O processo de seleção será 100% online, com envolvimento das principais lideranças da Cia. Após uma triagem inicial, os candidatos passarão por testes de lógica, avaliação de aderência cultural à empresa, game de competências, dinâmicas e entrevistas, além de um painel final com gestores e apresentação de um case para aprovação.

A partir do início de trabalho, previsto para 2 de agosto, o programa terá duração de 18 meses, com o diferencial de os profissionais se tornarem experts em suas áreas de atuação. Neste período, estão incluídas as etapas de integração e imersão nas áreas de negócio, vivência em loja, mentorias e treinamentos específicos sobre varejo, moda, transformação digital e estratégia. “Será um mix de agendas técnicas, inspiracionais e muitas trocas entre as áreas da empresa e de outras fontes do mercado. Os profissionais terão uma ampla bagagem acumulada pelo job rotation, e também irão se aprofundar na especialidade em que estarão alocados”, reforça Renata. Para ajudar na construção desta jornada e acompanhar os talentos, a Cia. Hering estabeleceu parceria com a Capta, consultoria especialista em Desenvolvimento Humano.


Cia. Hering anuncia rebranding e apresenta nova marca corporativa

O novo momento, assinado pela FutureBrand São Paulo, reforça a visão de futuro da companhia e a posiciona como uma plataforma de marcas que conecta moda a pessoas

 

Abril 2021 – Com 140 anos de história, Cia. Hering é referência para o mercado da moda nacional. E, para marcar a evolução do negócio, a companhia anuncia o novo momento e apresenta uma marca ainda mais conectada com a experiência do consumidor. Assinado pela FutureBrand São Paulo, o rebranding reconhece o legado da Cia. Hering para o Brasil e a prepara para o futuro ao torná-la uma plataforma de marcas que conecta moda a pessoas.

“Estamos vivendo um cenário sem precedentes no mundo todo, mas acreditamos que sempre temos o poder de construir um futuro melhor – dia após dia. Pensando nisso, hoje reforçamos ainda mais o nosso desejo em focar no consumidor, criar experiências surpreendentes e posicionar a Cia. Hering como uma plataforma de marcas”, explica Thiago Hering, COO da companhia.

A nova proposta corporativa, que reúne marcas como Hering e Dzarm, impulsiona negócios e cria produtos, serviços e soluções que colocam as pessoas no centro das decisões por meio do digital integrado e de uma sólida expertise no B2B. “Sempre trouxemos em nossa essência o estímulo ao empreendedorismo – somos uma Cia. conectora de negócios, especialista em moda brasileira, comprometida com as pessoas e corajosa nas decisões. Construímos um ecossistema sustentável e com impacto positivo para todos os stakeholders. A união de forças com nossos parceiros é fundamental. Estas qualidades nos trouxeram até aqui e vão sustentar os próximos capítulos da nossa história” continua Thiago. “Nos últimos anos, evoluímos e ampliamos a nossa experiência phygital. Repensar a marca corporativa nos trouxe uma visão ainda mais clara de onde queremos chegar e qual é o nosso foco daqui pra frente: uma Cia. Hering conectada às novas tecnologias para oferecer experiências únicas e surpreendentes a todas as pessoas “, revela.

Com profundo conhecimento sobre sua cadeia de valor, a companhia mantém relacionamentos sustentáveis a partir do fomento de uma indústria da moda mais justa e inclusiva. Ao trazer o foco para a experiência, a Cia. Hering busca na inteligência de dados a fórmula para unir estas duas pontas e conectar parceiros a canais, pessoas à moda. O resultado é um ecossistema que gera impacto positivo e equilibra alta qualidade, design excepcional, tecnologia de ponta e bom custo-benefício.

“Ao equilibrar um propósito forte com uma experiência engajadora, tornamos a Cia. Hering uma future-proof brand. Este olhar passa então a nortear todas as suas marcas, que compõem um ecossistema baseado na colaboração, na troca e no valor do coletivo. Isso é o que define a plataforma”, explica Ewerton Mokarzel, diretor executivo de Criação e sócio da FutureBrand São Paulo. De acordo com ele, o rebranding reforça características fortes que são parte da essência da Cia. Hering – como o empreendedorismo e fomento à inovação.

 

Conexão visual

Uma identidade visual renovada marca o novo momento da Cia. Hering. Mais preparada para o ambiente digital, a nova marca corporativa assume um papel mais amplo de conexão e acolhimento das diferentes iniciativas e propostas de valor das suas marcas. Pensado para representar esse ecossistema, o redesenho do logotipo e a criação de um universo visual mais moderno trazem vida ao posicionamento atual e preparam a companhia para conduzir a indústria da moda ao futuro.

 

 

Manifesto Cia. Hering

Nossa expertise veio com o tempo. E com o tempo, cresceu a paixão pelo que fazemos. Para nós, sempre é preciso ir além.

Temos orgulho de ser brasileiros e conhecer profundamente o País. Nossa cadeia de valor produz, entrega, conhece e conecta parceiros aos canais, soluções às necessidades e pessoas à moda.

Sabemos que por trás dos números existe o aspecto humano que tanto nos move. Por isso, nossa inteligência transforma dados em emoções e experiências únicas.

Temos em nossa essência a coragem para empreender, a confiança no coletivo, o ambiente aberto à inovação, a busca constante por conhecer o cliente para sempre surpreendê-lo e a união de forças com nossos parceiros.

Nossa plataforma de marcas constrói um ecossistema sustentável que gera impacto positivo e equilibra alta qualidade, design excepcional, tecnologia de ponta e custo-benefício.

É isso que fazemos todos os dias com muita paixão e vontade, para que nosso legado não seja apenas um manifesto, mas que se manifeste em todos os que fazem parte da nossa história.

 

 

MktMix Assessoria de Comunicação
Tânia Otranto / Balia Lebeis / Roberto Ethel

Virgínia Ribeiro – virginia@mktmix.com.br

Luís Dolci – [email protected]

Whatsapp (11) 96327-8417

 


Com forte crescimento do e-commerce e expansão de lojas físicas no 4T20, Cia. Hering fortalece seu modelo de negócios digital e integrado

Último trimestre de 2020 reforça conexão com futuro, valores ESG e fortalece sua jornada digital com crescimento de clientes

 

A Cia. Hering, com seus 140 anos recém-celebrados, reforça o foco no futuro com sua atuação baseada na gestão de marcas, expansão e integração de canais, foco no cliente e nos critérios ESG (environmental, social and governance). A empresa reporta ao mercado o resultado do 4T20, com um crescimento de 230,6% no e-commerce (em relação ao 4T19), representando 14,3% das vendas no mercado interno.  O resultado consolida a tendência verificada nos trimestres anteriores, dentro da jornada de digitalização de ponta a ponta. O modelo omni se fortalece, com a expansão da rede de lojas físicas registrando 130 inaugurações no ano – 29 no último trimestre –  sendo 5 megalojas. As vendas digitais tiveram 91% de crescimento de fluxo na plataforma e 61% de novos clientes no site.

Resultados advindos da contínua estratégia de expandir os pontos de contato com o cliente e fortalecer ainda  mais a relação com as marcas, com o consumidor no centro da operação, facilitando sua jornada de compra com conveniência e  alto nível de serviço. As lojas físicas tiveram melhora em seus indicadores operacionais apesar do cenário de restrições de funcionamento de lojas devido ao covid, com aumento de 12% no ticket médio e crescimento de 5,1p.p. na taxa de conversão, dentro da ressignificação de seu papel como espaço de vitrine, coleta de produtos e centro de distribuição. As megalojas, uma nova proposta que amplia a experiência de compra, trouxeram crescimento de receita de 85% e ticket médio maior em 22%. Neste movimento, 100% das lojas foram habilitadas para Pick-up e ship-from-store.

A Cia. Hering, que já tem sua alta capilaridade como diferencial, reforçou isso com forte incremento em tecnologia e nos canais digitais, que resultou em 38 mil downloads nos primeiros 30 dias após  o lançamento do APP,  e a ferramenta Whatsapp Smart Sales, disponível em 518 lojas, apresentando 6.000 atendimentos no período. Neste cenário, 11% das vendas foram geradas a partir da plataforma de CRM, e 12% das vendas através de modalidades Omnichannel. Sete HUBs avançados de distribuição foram implantados, e houve uma redução de 2,4 dias  no prazo de entrega. A   frequência do cliente Omni foi  2,4 maior e o gasto médio, 2,6 maior, respectivamente, que o do cliente monocanal, mostrando que o foco no futuro traz resultados para o presente. No período, a Cia. Hering atingiu uma base de 10,2 milhões de clientes cadastrados.  E uma conquista expressiva foi a redução do tempo médio de atendimento no SAC de 40 minutos para 23 segundos.

Evoluindo também a experiência com as marcas, a Cia. Hering reporta um crescimento de vendas expressivo para a Dzarm no último trimestre de 2020: 11,5%. A loja inaugurada no terceiro trimestre do ano passado no Shopping Center Norte, com projeto tecnológico, colaborou para este número, com funções que permitem a compra e o recebimento do produto em casa, além de oferecer uma curadoria que permite experimentar as peças sem sair de casa. A linha Hering Intimates cresceu 4 vezes no canal online.   Entre as novidades de produtos, foram lançadas 20 coleções-cápsula com time-to-market de até 3 semanas e sell-trough médio de 75%. As collabs com Smiley e Cartel 011 um novo público, ampliando a visibilidade no mercado, junto com a campanha de comunicação da marca Hering resgatando o foco no DNA de Básico do Brasil.

Dentro do cenário de recuperação do varejo, a Cia. Hering encerrou o último trimestre de 2020 com 778 lojas, das quais 758 no Brasil e 20 no mercado internacional. A receita bruta do 4T20 foi de R$ 503,4 milhões, com crescimento de 0,1% diante do 4T19.  A margem bruta foi de 43,6% neste período, expansão de 0,2 p.p versus T42019.  A EBITDA corrente foi de R$ 74,7 milhões, margem de 17,6% e geração caixa livre de R$ 45,8 milhões. Posição total de caixa de R$ 473,0 milhões, com caixa líquido de R$ 265,1 milhões.

A Cia. Hering continua pautada pelo foco na gestão de indicadores ESG, reforçando o planejamento de sustentabilidade, integrado à estratégia do negócio. A atuação da empresa fica estruturada em cinco grandes frentes: Cadeia de Valor, Meio Ambiente, Diversidade, Marcas e Governança. No 4T20 a Cia. Hering concluiu a implementação do Comitê de Sustentabilidade, com a finalização do inventário de emissões – que baliza a construção do plano de reduções e neutralização de gases de efeito estufa. Para buscar alternativas mais sustentáveis em seus processos, a Cia. começa a adotar a técnica de análise de ciclo de vida de produto.

Os resultados atingidos pela Cia conjugam a evolução de uma atuação baseada em marcas, canais, clientes, e nos critérios ESG. Visando o fortalecimento de uma plataforma digital, integrada e ágil, em 2021, a Cia. terá seu maior investimento da história, totalizando R$ 131 milhões em Capex.  Estes recursos serão direcionados para nossos programas de tecnologia focados na reestruturação da arquitetura de sistemas e dados, desenvolvimento de infraestrutura, plataformas digitais e estratégia de inovação, modernização do parque industrial e logístico, além de melhorarias na experiência de loja.

O resultado completo do desempenho da Cia. no 4T20 pode ser visto no site ri.ciahering.com.br.


Cia. Hering se destaca em premiações sobre Transparência

Empresa figura entre as top 5 do Índice de Transparência da Moda no Brasil, promovido pelo Fashion Revolution, e ganha o Troféu Transparência pela Anefac

 

Na última semana, a Cia. Hering foi reconhecida por duas premiações no quesito Transparência, tanto no que diz respeito a práticas éticas e justas com a cadeia, quanto na governança dos negócios. O primeiro reconhecimento veio através do Índice de Transparência da Moda Brasil (ITMB) – promovido pelo Fashion Revolution, no qual a Cia. Hering ficou entre as 5 primeiras colocações. E, na última sexta, 27 de novembro, a ANEFAC – Associação Nacional de Executivos – também reconheceu a Cia.  por seu alto grau de clareza na divulgação das informações contábeis.

“Para nós, transparência é um valor importante para o desenvolvimento da Cia. Hering”, conta Renata Del Bove, Diretora de Gente, Cultura e Sustentabilidade. “A transparência faz parte do nosso dia-a-dia, com várias iniciativas de gestão da rede de parceiros como o Comitê de Fornecedores, por exemplo. Criado em 2012, ele reúne mensalmente um grupo com gestores de diferentes áreas de negócio, como jurídico, compliance e sustentabilidade. Neste Comitê, temos o objetivo de potencializamos os impactos socioambientais positivos em nossa cadeia de valor”, complementa.

Índice de Transparência da Moda Brasil

Dentre as empresas pesquisadas para o Índice de transparência da Moda no Brasil, a pontuação média foi de 21%. E, a Cia. Hering se destacou na quinta posição, com o índice de 57%. “Este foi um grande salto, já que no ano passado a pontuação da empresa foi de 26%”, conta Renata. “Acreditamos que a comunicação de nossos fornecedores com clareza da procedência nos ajudou bastante a atingir esta melhora em 2020. Temos orgulho em ter 80% de nossa produção feita nacionalmente, em fabricação interna ou com parceiros e de poder estimular a indústria local”, continua.

O ITMB 2020 revela em que nível 40 grandes marcas e varejistas do mercado brasileiro estão divulgando publicamente dados sobre suas políticas, práticas e impactos sociais e ambientais ao longo de toda a cadeia de valor. A análise abarca mais de 200 indicadores que cobrem tópicos relacionados a condições de trabalho, trabalho forçado, igualdade de gênero, igualdade racial, emissões de GEE (gases de efeito estufa), descarte de resíduos têxteis, reciclagem e circularidade, entre outros.

Publicar informações sobre suas práticas de compra permite que grandes marcas e varejistas prestem contas pela segurança, saúde e bem-estar dos trabalhadores em suas cadeias. Transparência é importante ferramenta que joga luz ao longo de todas as etapas da cadeia de valor da indústria da moda – desde a extração da matéria-prima até o descarte.

Troféu Transparência –  ANEFAC

Com o tema “Transparência gera valor”, a premiação da ANEFAC busca mostrar que transparência é uma vantagem competitiva, capaz de transformar o negócio. Nos últimos anos, a Cia. Hering ficou entre as finalistas da premiação. Agora, em 2020, a empresa concorreu com todas as corporações listadas na Bolsa de Valores e recebeu o Troféu Destaque, ao lado da Petrobras.

A função do Troféu é avaliar e identificar as empresas que possuem as melhores demonstrações financeiras. “É uma referência. É o auge da excelência contábil. Conhecido como ‘Oscar da Contabilidade’, a Premiação está mais atual do que nunca. Ao longo dos seus 24 anos de existência, os requisitos técnicos evoluíram juntamente com as demonstrações financeiras. Passamos por vários momentos, agora, a transparência está num patamar completamente diferente do que estava em 1997, quando aconteceu a primeira edição”, explica Milton Toledo, presidente nacional da ANEFAC.

A premiação é a única da categoria no País e premia com base nos critérios que envolvem qualidade, consistência e aderência das demonstrações financeiras e contábeis que são disponibilizadas para importantes stakeholders da Cia. Hering, como acionistas, credores e todo mercado de capitais e financeiro.

Para Marciel Eder Costa, diretor administrativo da Cia. Hering, receber este Troféu representa o reconhecimento de todo trabalho, esforço e dedicação em divulgar informações claras e objetivas nas demonstrações financeiras. Entre os desafios e oportunidades da empresa neste cenário, o diretor destaca a digitalização de ponta a ponta, que exige uma postura resiliente e ágil por parte da Cia. “Nossos esforços estão voltados para a transformação digital, para que as facilidades decorrentes das novas tecnologias sirvam para descomplicar nossa gestão de dados e também facilitar a vida de todos os nossos stakeholders, seja na integração dos canais de vendas para os clientes, ou no reporte claro de dados aos investidores”, finaliza.


Cia. Hering inaugura escritório em SP com conceito flexível

Local favorece o trabalho colaborativo e está na vanguarda dos novos usos dos espaços, além de ser um marco no processo de transformação cultural da empresa

A Cia. Hering acaba de reinaugurar seu escritório, em São Paulo. A unidade, localizada na Vila Olímpia, passou por reforma recentemente, com conceito assinado pela Super Limão e obra executada pela Athie Wohnrath. Combinado com uma nova política de home office, o novo escritório funciona como ponto de encontro para reuniões e trabalhos que exigem interações presenciais, por isso, foi pensado numa proposta flexível – com diferentes formatos de postos de trabalho, sem posições fixas, loja integrada e áreas de convivência – como a recepção conceito, o workcafé e o quintal – que visam estimular o relacionamento e a troca colaborativa entre as diferentes áreas.

“Vemos o trabalho remoto como uma nova realidade, e, de certa forma, esta flexibilização nos provocou a deixar o novo escritório adaptado à prática do work anywhere, permitindo as pessoas trabalharem de diferentes formas”, conta Renata Del Bove, diretora de Cultura e Gente. Ainda de acordo com a diretora, os objetivos do novo escritório são: encantar – ao proporcionar o conforto e o orgulho em pertencer; facilitar – ao flexibilizar as escolhas de formatos de trabalho; e transformar – ao evoluir estas relações de trabalho.

Assim, a mudança do escritório foi acompanhada por uma agenda de change management, que abordou temas de Wellbeing e Neuroarquitetura, por exemplo. A preocupação foi oferecer conforto e favorecer a produtividade, com melhor uso dos espaços e administração do tempo. “O novo escritório de São Paulo é um marco que representa a transformação da empresa, em termos de digitalização, flexibilização e forte conexão com o varejo”, comenta Renata.

Neste contexto, o espaço traduz uma governança mais baseada em dados – com telas de telemetria que mostram para todo o time, em tempo real, os principais indicadores de performance. Além de trazer a visão do cliente para a rotina do colaborador, já que todos são envolvidos na experiência de uma recepção conceito e no processo de aprovação das coleções na loja que fica localizada no centro do escritório. Novos modelos de negócio, também estão contemplados nesta jornada, como a vending machine, que foi lançada recentemente como projeto piloto em estações de metrô e supermercados, e que agora está disponível também no escritório.

 

Conheça os espaços:

– Recepção

Área conceito para exposições experimentais das marcas. A exposição atual é uma ode ao ícone da marca Hering: a camiseta.

– Lounge

Espaço de convivência e para recepção de visitantes.

– Praça

Mesas de trabalho componíveis, que podem ser dispostas em diferentes distribuições, ou substituídas pelas arquibancadas de madeira que compõem o espaço. É onde estão instaladas as telas de telemetria, com os resultados da empresa em tempo real.

– Loja

Espaço para aprovar coleções e pilotar projetos antes de escalonar para a rede.

– Mesas de uso em grupo

Comportam até 4 pessoas e favorecem a interação entre os times.

– Bancadas

Para trabalhar enquanto se espera uma reunião. Ou para uma conversa mais informal.

– Workcafé

Uma das áreas mais especiais do escritório, oferece muito conforto para as refeições e também é muito convidativa para reuniões com parceiros externos.

– Quintal

Área de descompressão e de uso compartilhado com outros condôminos, ideal para fazer networking e descansar na hora do almoço ou entre tarefas.

 

O escritório de São Paulo é a primeira entrega nesta jornada de transformação da Cia. Hering. Outras unidades também serão revitalizadas ao longo de 2021, para que todas as plantas estejam alinhadas a este novo conceito.


Cia. Hering conclui primeira etapa da iniciativa social Vestir o Brasil

Com o exercício de reflexão sobre “Como a moda pode transformar e vestir um Brasil melhor”, jovens de todo País exercitaram a inovação

A Cia. Hering acaba de finalizar a edição de 2020 da campanha Vestir o Brasil – cujo mote é a colaboração, ativando a educação empreendedora e dando voz e visibilidade a jovens de diferentes regiões do País. Em parceria com a Fundação Hermann Hering, com o Instituto Reciclar e com a Junior Achievement, a ação promoveu oficinas de inovação e criatividade para premiar as melhores ideias.

Ao todo, foram 72 alunos participantes, 12 ideias de inovação apresentadas, 11 estampas desenvolvidas, 18 mentores voluntários, 10 encontros e 20 horas dedicadas. No dia 25 de setembro, quando efetivamente a Cia. Hering completou 140 anos foi celebrado o Dia da Básica, e, desta data até 27 de setembro, 100% das vendas nas lojas Hering de camisetas World T-shirt brancas foram revertidas para a plataforma Vestir o Brasil. A ação representou um montante de R$ 255 mil repassados ao projeto.

“Vestir o Brasil tem o propósito de empoderar os jovens e fomentar o empreendedorismo em comunidades do Brasil pelos próximos 10 anos”, comenta Thiago Hering, Diretor Executivo da Cia. Hering. “Esta é mais uma importante aproximação da empresa com a comunidade, ativando um stakeholder muito importante para nós, que são os jovens”, conclui.

 

Na prática

Com a Junior Achievement, foram realizadas oficinas para aplicação da metodologia Innovation Camp, discutindo-se a questão: “Como a moda pode transformar o Brasil?”. Ao final, as equipes apresentaram suas propostas de inovação e empreendedorismo. “A ideia vencedora está sendo considerada pela Cia. Hering como um projeto piloto, que está em fase de avaliação de viabilidade, já com grande potencial de sucesso”, comenta Thiago. Os jovens do grupo vencedor, serão premiados com um “Armário Hering” até 2025, o que representa um investimento da empresa no valor de R$ 122 mil.

Já em parceria com o Instituto Reciclar, ao longo de outubro, aconteceram encontros para capacitação e reflexão sobre a questão: “Como a moda pode vestir um Brasil melhor?”.  E, as ideias foram traduzidas em estampas. Uma delas será escolhida para ser aplicada na básica branca e vendida no site da Hering, com 100% do lucro revertido para o próprio Instituto.

“A campanha Vestir o Brasil foi lançada em setembro de 2020 com o objetivo de colaborar. Já que no ano em que celebrou 140 anos, a Cia. Hering achou que esta seria a forma mais relevante de atuar nas comunidades. Agora, nosso plano é seguir com o projeto nos próximos anos, adaptando diferentes mecânicas, mas sempre com a proposta de estimular a parceria com os jovens”, finaliza Thiago.


No 3T20, Cia. Hering mantém ritmo de crescimento do e-commerce, combinado com expansão das lojas físicas

Trimestre foi marcado pela celebração dos 140 anos da Cia., e pela conexão com o futuro, com foco nos valores ESG e na jornada digital de ponta a ponta

No trimestre em que celebra seus 140 anos, a Cia. Hering reforça o orgulho do que foi, do que é e mais ainda do que está construindo. E, com foco no futuro, reporta ao mercado a revisão de sua atuação com bases nos critérios ESG (environmental, social and governance) e crescimento de 161% no canal ecommerce (em relação ao 3T19), que passa a representar 17% do faturamento da empresa. Os números consolidam a tendência já observada no 2T e traduzem uma jornada de digitalização de ponta a ponta, no modelo omni, já que o resultado dos canais digitais vem acompanhado da expansão da rede de lojas físicas, com 61 aberturas no período. O montante segue dentro da meta de mais de 130 inaugurações no ano.

Com esta estratégia, a Cia. expande seus pontos de contato para fortalecer a relação com as marcas, numa jornada única e fluída que traz o cliente para o centro da operação, visando facilidade de compra, conveniência e elevado nível de serviço. Assim, o site passa a funcionar como um hub de operações, junto com a ressignificação do papel da loja física, voltada à experiência como espaço de vitrine, coleta de produtos e centro de distribuição.

A Cia. Hering, que já tem como diferencial sua alta capilaridade, sofistica seu modelo numa visão de plataforma multicanal, com diversificação de formatos como megaloja, franquias light e Basic Shop, de acordo com a necessidade de cada público. E, dentre as inaugurações, os destaques vão para a conversão de varejos qualificados em franquias light (58 inaugurações neste formato) e para a nova loja da Dzarm no Shopping Center Norte: com projeto tecnológico, a loja apresenta funções que permitem a consumidora comprar e receber o produto em casa, além de oferecer uma curadoria de produtos para que ela possa experimentar as peças no conforto de sua casa antes de comprar.

Ainda num cenário de recuperação do varejo, a Cia. Hering encerrou o trimestre com 763 lojas, das quais 743 no Brasil e 20 no mercado internacional. E, nos diferentes modelos de operações, a empresa observou no período a melhora nos índices de performance com crescimento de 23% nas peças por atendimento, aumento de 5% nas taxas de conversão e de 11% no ticket médio.

140 anos com foco no futuro

A eficiência pauta as estratégias da Cia. Hering no âmbito de manter sua longevidade, e, ao longo do trimestre, a empresa potencializou seu modelo de atuação com foco no ESG. Como resposta às necessidades impostas pela pandemia, a Cia. Hering apoiou comunidade das regiões sul e centro oeste, assumindo a produção e doação de mais de 1,5 milhão de itens de proteção.

Também no período, foi iniciado o segundo inventário de emissão de gases de e foi adicionada a avaliação de ciclo de vida de produto, para entregar mais rastreabilidade e transparência para os consumidores.

No âmbito social e ainda em comemoração ao aniversário da marca Hering, foi realizado o “Dia da Básica”, ação beneficente com 100% da venda revertida para a plataforma social Vestir o Brasil, que tem como propósito empoderar os jovens e fomentar o empreendedorismo em comunidades pelo Brasil nos próximos 10 anos.

Na matriz de produtos, foram lançadas duas camisetas derivados da World T-shirt, baseados em atributos de sustentabilidade pensados desde a criação e a produção: as camisetas H+ e Reuse, que geraram forte awareness nas redes sociais, contabilizando mais de 9 milhões de pessoas impactadas no Instagram.

Os próximos passos da Cia. Hering estão pautados pelo foco na gestão de indicadores ESG e na publicação das metas para 2022.

O balanço completo do desempenho da Cia. Hering no 2T20 pode ser conferido no site ri.ciahering.com.br.

 


Hering Kids lança parceria com Enjoei

A Hering Kids acaba de lançar parceria com a plataforma Enjoei. Com a iniciativa, a marca entra no mercado de second hand como agente facilitador para esta tendência de mercado. O objetivo é estimular a prática do consumo consciente e a economia circular. Afinal, o desapego de um, pode ser o próximo look de outro.

A mecânica da ação funciona assim: uma transação na lojinha Hering Kids do Enjoei vale 10% de desconto no site da marca. No site também é possível encontrar um destaque especial com todos os desapegos de Hering Kids existentes na plataforma.

“Como marca, achamos importante incentivar estas práticas, que contribuem para uma economia mais sustentável, dentro da lógica da circularidade. As crianças crescem muito rápido. E, roupas podem ser trocadas ou vendidas, ainda em excelentes condições”, conta Fabíola Guimarães, Diretora de Marcas da Cia. Hering.

De acordo com um estudo da McKinsey & Company, cerca de 60% da população brasileira está fazendo mudanças no estilo de vida para reduzir o impacto no meio ambiente e fazendo compras mais responsáveis. “Nesta linha, entendemos que nosso portfólio de básicos oferece produtos curingas, que são atemporais, podem ser combinados de diversas formas, e, fazer parte da história de diferentes crianças”, comenta Fabíola.

Para estimular o engajamento, fazem parte da campanha as influenciadoras @macetesdemãe, @promovidaamae, @framissmae, @karenmakh, @malademae e @erika.oliver.blog. Juntas, elas vão ajudar a disseminar o propósito do consumo consciente e das roupas Hering Kids para impulsionar as descobertas da infância – que são estilosas, duráveis e oferecem liberdade e conforto para as crianças brincarem.

Esta é uma primeira ação da marca neste formato, com potencial para se transformar em um modelo de negócios. Segundo uma pesquisa da empresa de análise de varejo GlobalData, estima-se que o valor movimentado pelo segmento em todo o mundo deve ir de US$ 24 bilhões em 2019 para US$ 51 bilhões em 2025, o que equivale a um aumento de 112,5%.

Esta novidade da Hering Kids está conectada com as prioridades estratégicas de sustentabilidade da Cia. Hering. Dos primeiros teares, em 1880, aos tecidos tecnológicos e novos canais de hoje, a Cia. Hering sempre se preocupou em estabelecer relações justas e sustentáveis – com as comunidades, com o meio ambiente e como negócio. Você sabia? A Cia. Hering mantém uma reserva ambiental com 4,2 milhões de metros quadrados e há mais de 25 anos apoia causas sociais como a campanha O Câncer de Mama no Alvo da Moda. A empresa foi pioneira no formato de produção body size – que elimina as costuras laterais das peças, representando uma economia de 33% em matéria-prima, água e energia. A agenda de sustentabilidade é viva e é de todos.

 


Em comemoração aos 25 anos de parceria com O Câncer de Mama no Alvo da Moda, Hering lança campanha com mulheres reais

No mês de conscientização pela luta contra o câncer de mama, a Hering lança uma nova campanha – que além de reconhecer a força das mulheres e a importância do autocuidado, celebra os 25 anos de parceria com O Câncer de Mama no Alvo da Moda.

O reconhecido Alvo Azul, já é estabelecido na mentalidade dos brasileiros. E, agora, junto com o movimento do outubro rosa, chega em uma abordagem sensível e real, mantendo o propósito de conscientizar sobre a prevenção e a importância de cuidar de si mesma.

A campanha é composta pela história de 5 mulheres que superaram a luta contra o câncer. À sua maneira, Ca Zorzi, Olívia, Lígia, Jo Monteiro e Mayara contaram como passaram por este momento delicado e o que trouxeram de aprendizado. Cada uma delas foi responsável por um ato de amor dentre os pilares: eu me cuido, eu me sinto, eu me respeito, eu me olho, eu me amo, eu me vejo, eu me toco, eu me admiro, eu me observo – que compõem o storytelling dos atos básicos de amor para a prevenção.

Com veiculação em mídia online, o conteúdo começa a ser divulgado a partir do dia 14 de outubro. “O objetivo é inspirar, informar e também apresentar tópicos educativos”, comenta Fabíola Guimarães, Diretora de Marcas da Cia. Hering. “Além destas mulheres incríveis, temos a participação da médica @dradebora.tonetti, ginecologista obstetrícia, que gravou um vídeo para nosso canal no IGTV e também vai responder perguntas em uma ação que vamos fazer nos Stories”, complementa.

Para quem quer cooperar com a campanha, basta garantir sua camiseta com o Alvo Azul – a cada peça vendida, a Hering doa R$ 6,50 para o Instituto Brasileiro de Controle do Câncer (IBCC Oncologia). Nestes 25 anos de campanha, já foram mais de R$ 18 milhões arrecadados, que contribuíram para a construção do hospital e para o tratamento de muitas mulheres.

Demais informações sobre a campanha O Câncer de Mama no Alvo da Moda estão disponíveis nos canais oficiais da marca:

@Hering_oficial

Hering.com.br